Passei na OAB. E agora?

Atualizado: 25 de mai. de 2019

Se tem uma coisa que deixa a gente feliz é passar na OAB. Que sensação boa! É uma mistura de alívio, orgulho de si, gratidão, dever cumprido. Nosso coração falta explodir. Não é verdade?


Passado esse êxtase (merecido), é comum surgir uma dúvida: e agora?


Na graduação aprende-se muito a respeito de leis, assuntos jurídicos, mas pouco se fala sobre os caminhos que podem ser seguidos por quem busca exercer a advocacia. Pensando nisso, vou dar algumas dicas para recém-formados que pretendem iniciar carreira.


Muitos são os caminhos que podem ser seguidos. Você pode prestar concursos públicos, trabalhar em departamentos jurídicos de grandes empresas, trabalhar em um escritório de advocacia ou até mesmo montar o seu próprio, por que não?


Independentemente da sua escolha, ela vai exigir muita determinação para se destacar diante da concorrência e tornar-se um profissional bem-sucedido.


Para os que optam por seguir na advocacia e ter o seu próprio negócio, os desafios podem ser ainda maiores, assim como as recompensas. Afinal de contas, quem não sonha em ser reconhecido pelo seu trabalho após passar no exame da OAB?


Pois bem, não existe uma fórmula do sucesso, mas, com certeza, a experiência de outro advogado pode ajudar vocês.


Seja referência na sua área de atuação.


Muitos profissionais, com a intenção de conseguir mais processos para manter o escritório no início, após passar no exame da OAB, tendem a oferecer serviços em todas as áreas.


Em um primeiro momento, isso pode até trazer vantagens. Afinal, você terá uma abrangência maior para prospectar clientes.


No entanto, com o passar do tempo, é a sua reputação que será a responsável por trazer os clientes até você. E você não vai querer ser conhecido como um escritório genérico que atua em todas as frentes, mas não é especialista em nenhuma, correto? Grandes escritórios adquirem fama por serem referência em determinada área.


Dessa maneira, fazer cursos, pós-graduações e se especializar em uma área de atuação fará com que, pouco a pouco, você se torne referência e isso trará clientes até você.


Conheça pessoas.


São esses contatos, que poderão indicar clientes ou até mesmo se tornar clientes, que trarão lucros ao seu escritório de advocacia. Afinal, de nada adianta realizar um ótimo trabalho se você não conseguir prospectar novos processos, correto?


Por isso, mantenha uma boa rede de contatos, que seja capaz de lembrar-se de você nas horas mais importantes. Ex-clientes, colegas de profissão, ex-professores, antigos chefes, diversos contatos que você poderá desenvolver antes e após passar no exame da OAB.


Todo relacionamento pode ser uma boa chance de destacar o seu escritório em meio à concorrência.


Fortaleça sua imagem.


Marketing é tudo. Hoje é essencial ter presença digital e colocar em prática ações que transformem seu escritório de advocacia em uma autoridade na sua área de atuação.


Qualquer pessoa, em qualquer lugar e a qualquer momento, pode ser visto. É simples. Só custa disposição. Se dê ao luxo de tentar.


Use a tecnologia a seu favor.


Muita gente está usando estratégias de marketing para aumentar reputação e para conquistar novos clientes. Acompanho todos os dias na internet uma quantidade incontável de advogados compartilhando ideias e conquistando espaço. E você não vai querer ficar para trás, vai?


Tenha propósito.


Isso é o que faz tudo ter valor. É algo que você constrói. É o que orienta suas decisões e inspira quem o cerca.


Parabéns aos aprovados. Aproveitem esse momento!


Fernanda Nogueira






111 visualizações1 comentário